Essa é uma modalidade de intercambio pouco explorada, mas muito interessante para as pessoas da área das agrárias, eu fechei meu intercambio em outubro de 2019 e ainda estou aguardando a documentação para o visto J1.

Quero com esse texto dar uma visão geral de como foi a minha decisão para esse tipo de intercambio e a escolha da agencia.

Formei-me em Agronomia em agosto de 2016, e de lá pra cá trabalhei pouquíssimo tempo na área,sou micro empreendedora, tenho uma loja de produtos naturais em parceria com a minha mãe e trabalho em uma empresa privada de telecomunicações  pra poder ter uma renda fixa,  nos finais de semana também faço alguns bicos como assessora de eventos, nada a ver com a minha formação mas  só quem é das agrárias sabe como o mercado brasileiro está saturado (hahaha), nesse meio tempo vi muitos amigos embarcando para o exterior e participando dessa modalidade de intercambio, porem sempre tive muito receio, por meu inglês ser horrível, medo do local de trabalho, medo das condições de trabalho…. Enfim, todas as paranoias que a mente humana possa imaginar.

Minha loja <3

Como decidi ir?

Em setembro de 2019, conversando com alguns amigos que tinham voltado dos Eua e fizeram essa modalidade de intercambio, decidi desmitificar todas as paranoias, e foi uma conversa maravilhosa que abriu a minha mente e  criou em mim essa  vontade de ir pro exterior e finalmente poder exercer minha profissão.

Pesquisa

Sou uma pessoa que gosta de colocar tudo na ponta do lápis, principalmente se o assunto for dinheiro (hahahaha), decidi obviamente pesquisar os valores pelas agencias que meus amigos foram por isso quero deixar registrado os valores de três agencias aqui, acredito que tenham mais agencias desse tipo no Brasil, mas acabei pesquisando somente essas por me passarem mais segurança.

Mas, quais gastos eu terei?

Esses valores são da minha pesquisa para o ano de 2019, e podem ter sofrido alteração de valor.

(Decidi não colocar o nome das agencias aqui, mas podem me enviar mensagem que encaminho o manual do candidato caso se interessem).

Para exemplificar melhor, colocarei os gastos para 1 ano nos EUA

Agencia A:

1° Pagamento, que deve ser a vista : Após a entrevista em inglês: US$450,00

2° Pagamento, que pode ser parcelado – são as taxas a ser pagas após a confirmação de colocação:

  • US$1.500,00 – taxa administrativa
  • US$ 220,00– Taxa SEVIS J1 Governo Americano
  • US$ 160,00 – Taxa MRV (taxa do consulado americano no Brasil  – visto)
  • US$150,00 – Taxa de orientação de visto
  • US$ 125,00 – Seguro Saúde por mês

Agencia B:

1° parcela –  Taxa de Inscrição : R$ 1100,00 ( paga após analise curricular)

2° parcela: Taxa de inscrição no valor de R$ 1100,00, paga após 30 dias de efetivar a inscrição.

3° Pagamento: Taxa de localização do programa: US$ 1600,00 , paga após confirmação da colocação/ contratação

4° Pagamento: taxa de agendamento do visto + taxa SEVIS: US$ 160,00 e US$ 180,00

Agencia C:

1° pagamento: R$ 520,00 – Taxa de inscrição, paga após aprovação em analise curricular.

Investimentos após a provação final:

  • Taxa de localização Internacional, serviços, assessoria, seguros no estágio: US$ 1.195,00
  • Vistos consulares: US$ 211,00
  • Taxa Sevis – Depto. Imigração: US$ 235,00

Lembrando-se dos gastos com passaportes (R$257,25), exames e consultas medicas (para o meu Applications exigiu um teste para tuberculose) e passagens aéreas.

Gostaria de sugestões para um segundo texto, quais são suas principais duvidas?

  • Área de atuação
  • Países que aceitam esse tipo de intercambio
  • Qual agencia eu fechei?
  • Minhas experiencias até o momento?

Deixe sua sugestão aqui, ou lá no meu instagram

https://www.instagram.com/jevarjao/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *